Quarta-feira, 18 de setembro de 2019 - 9h49
Infor desenvolve projeto de gestão de estoque para o Grupo Melo
Denominada Apolo 20, iniciativa tem como alguns dos objetivos otimizar os fluxos de trabalho e reduzir o tempo de listagem de pedidos

A Infor, provedora de aplicações de negócios para a nuvem e especializada por indústria, fechou um acordo com a Divisão de Armazéns do Grupo Melo – que atua em diferentes segmentos, como varejo de artigos para pets e jardinagem, comercialização de materiais de construção acabados e lojas de ferragem, além de venda de insumos agropecuários – e aplicará seu WMS na operação dos centros de distribuição (CD) do grupo.

A meta com o acordo está traçada. O objetivo é incrementar nos CDs o fill rate, otimizar os fluxos de trabalho e reduzir o tempo de listagem de pedidos. O negócio foi firmado por meio da Cerca Technology, sócia e canal da Infor. Denominado Apolo 20, o projeto será implementado por profissionais da Melo, Value Chain Management e Cerca Technology.

O CD possui  10 mil m², conta com 90 colaboradores e atende uma média de 25 ordens de serviços, que são enviadas a 119 pontos de venda,  por meio de processos manuais. O Apolo 20 chega para otimizar os diferentes processos do centro, como recebimento, que é realizado por meio de agendamentos, as contagens cíclicas com radiofreqüência e a localização pré-definida.

“Entre todos os benefícios que esperamos ter com esta ferramenta, o principal será otimizar o uso do inventário, que é a maior parte do nosso capital de trabalho. Em nosso negócio, o inventário é o coração da operação, se está saudável, todo o processo anda bem”, afirma o vice-presidente e gerente geral da Divisão de Armazéns do Grupo Melo, Yoel Thomas Martin.

A Value Chain Management foi a consultoria que liderou o processo de pesquisa, seleção, avaliação das melhores ferramentas de classe mundial que permitiram ao Grupo Melo alcançar os objetivos traçados. Segundo o consultor sênior da Value Chain Management, Carlos Reiche Russek, o foco principal da implementação é aumentar os níveis de serviço. “Estamos focando em vários objetivos como, por exemplo, administrar o inventário de acordo com seus atributos e elevar sua rotação, reduzir perdas e aumentar os níveis de expedição para que, no prazo e na forma, possamos atender os pontos de suprimento, de acordo com os calendários que foram definidos”, afirma Russek.

O gerente Comercial da Cerca Technology, José Luis Gomes, destaca que o Grupo Melo tem uma visão muito clara do modelo logístico a alcançar e os objetivos específicos do projeto, o que nos permite focar em um desenho adequados para o sucesso desses objetivos e, consequentemente, de todo o projeto.

Já a diretora de Canais da Infor América Latina, Adriana Gutierrez, ressalta que quando a velocidade e a precisão são críticas para a satisfação do cliente, empresas como o Grupo Melo devem ter confiança para que a cadeia de fornecimento siga em funcionamento. “O Infor WMS traz mais visibilidade inigualável ao inventário, às ordens, à equipe e às pessoas, o que permite que as organizações melhorem seu nível de serviço e aumentar a velocidade do produto”, pontua.