Quinta-feira, 23 de abril de 2020 - 9h52
Latam Cargo expande operações no Brasil e no mercado internacional
Companhia foca ações em sete cidades brasileiras e reforça frequências com destino e origem na Europa e América do Norte

O Grupo Latam Cargo anunciou um reforço operacional em sete cidades brasileiras e novos voos entre a América do Sul, a Europa e a América do Norte. A meta da companhia com as ações é, no Brasil, fomentar o transporte de itens essenciais e nas movimentações internacionais ampliar a capilaridade para os clientes.

A Latam Cargo Brasil, por exemplo, intensificou suas operações a fim de transportar produtos de saúde visando o combate ao coronavírus. Entre as ações, a companhia focou nas operações em cidades como Recife, Salvador, Fortaleza, Belém, Manaus, Porto Alegre e Brasília.

Ao todo estão sendo transportadas aproximadamente 240 toneladas de diferentes cargas, inclusive fármacos, e equipamentos de proteção individual. Todo o transporte está sendo realizado em aeronaves de passageiros, mas que possuem alta capacidade para o transporte de cargas. Serão 20 voos no modelo Boeing 767, além de voos diários que já ocorrem nas demais rotas.

Internacional

A malha global também passou por modificações para aumentar o uso da frota de carga e gerar mais capacidade para mitigar o impacto aos clientes. A Latam Cargo modificou itinerários para fortalecer sua oferta entre a América do Sul e a Europa, por exemplo. O trabalho consistiu em acrescentar uma sétima frequência semanal em sua operação, totalizando um aumento de 40% na oferta em relação ao período anterior à pandemia do coronavírus.

Divulgação

“A redução drástica nas operações de passageiros impactou significativamente nas opções de transporte aéreo disponíveis para os nossos clientes. Isso é particularmente significativo para clientes que confiaram na frequência e no menor custo da capacidade de carga. Para dar suporte a todas as cadeias de suprimentos, e muito especificamente àquelas que lidam com assistência, estamos nos concentrando em adicionar mais capacidade em rotas críticas. Proporcionar um voo diário entre a Europa e a América Latina é uma prova tangível desse compromisso”, conta o CEO do Grupo Latam Cargo, Andrés Bianchi.

Com o novo itinerário, Amsterdã, capital da Holanda, torna-se a principal porta de entrada para o continente europeu para exportadores latino-americanos de perecíveis, como no caso de produtos do Chile, Peru, Equador, Guatemala e Brasil, embora a rota esteja disponível para todos os outros mercados.

As rotas de retorno terão origem em Frankfurt, na Alemanha, cidade de onde serão exportados equipamentos e suprimentos médicos, artigos eletrônicos, autopeças e carga geral, entre outros tipos de embarques destinados à América do Sul. Além disso, a Latam Cargo divulga que diversificou os pontos de entrada para a região ao chegar ao Aeroporto de Guarulhos (SP) três vezes por semana.

Outra reformulação foi realizada em sua oferta entre a América do Norte e a América do Sul. A companhia divulgou um aumento de 15% na oferta de Miami para a América do Sul, passando de 23 para 26 frequências semanais.

Além disso, investiu para fortalecer sua conectividade na América, adicionando às suas redes as cidades de Los Angeles e Cidade do México como destinos exclusivos para voos de carga com origem e destino na América do Sul.

Para completar, a Latam Cargo quintuplicou sua oferta a partir de Santiago com destino a Miami, atingindo 31 frequências semanais.