Quarta-feira, 4 de novembro de 2020 - 10h08
Mercado Livre agrega quatro aeronaves dedicadas às suas operações
Estratégia faz parte do plano de investimento de R$ 4 bilhões anunciado para 2020

O Mercado Livre anuncia que investiu em uma frota de quatro aviões 100% dedicada à empresa. Com isso, segundo a companhia, a meta é reduzir os prazos de envio dos pacotes no Brasil, além de aumentar a capacidade de entregas para o dia seguinte nas compras de produtos armazenados em seus centros de distribuição (CDs) de fulfillment de São Paulo e da Bahia.

A mais recente iniciativa está contemplada no investimento anunciado pela companhia de R$ 4 bilhões no Brasil ao longo de 2020. Além da ampliação da frota própria de entregas, a estratégia também envolve a instalação de novos CDs e cross-dockings, e o desenvolvimento de ferramentas com o objetivo de reduzir o tempo e o custo de entrega do marketplace.

Divulgação

Há três anos a empresa divulga que vem aplicando recursos em sua malha logística. Em 2019, por exemplo, iniciou os acordos com companhias aéreas comerciais, abrindo destinos e fornecendo volume durante a quarentena para ajudar as aéreas a manter as operações. E agora, para fortalecer sua malha, a empresa adiciona quatro aeronaves dedicadas sete dias por semana, de diferentes companhias aéreas, para melhorar a frequência e capacidade em diferentes regiões do Brasil.

O vice-presidente da Mercado Envios, braço logístico da Mercado Livre, Leandro Bassoi, o objetivo é melhorar a logística do Brasil e aumentar o número de entregas no dia seguinte. “A ampliação consistente e robusta da nossa malha logística é decisiva para a manutenção da excelência do atendimento e satisfação do consumidor final, tanto vendedores quanto compradores da nossa plataforma”, diz.

O executivo completa dizendo que, além de melhorar a experiência de compra no Brasil, a iniciativa contribui para o aumento do reconhecimento visual da marca associado aos atributos de confiança e eficiência logística.