Terça-feira, 27 de abril de 2021 - 11h14
Antares Polo Aeronáutico chega para fomentar movimentação de fracionados
Aeródromo será construído em Aparecida de Goiânia numa área de 2,1 milhões de m² com pista para pouso e decolagem de 1.800 metros

Impulsionar o transporte de cargas fracionadas na região Centro-Oeste, atender a demanda e ampliar a local. Com estes objetivos surge o Antares Polo Aeronáutico, que será construído em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana de Goiânia. O polo abrangerá uma área de 209 hectares, ou 2,1 milhões de m² e terá pista para pouso e decolagem de 1.800 metros, terminal de embarque e desembarque, central de abastecimento, pista de acesso aos hangares (taxiway) e Fixed Base Operator (FBO) completo para assistência aos proprietários de aeronaves, estacionamento para visitantes e área destinada para helicentro e demais atividades ligadas à aviação.

A estrutura também será utilizada para o transporte de cargas fracionadas, que se tornará uma alternativa para as empresas que não possuem quantidades suficientes de itens para ocupar a capacidade total de um veículo, por exemplo.

A criação do aeródromo é estratégica para a região uma vez que está  próximo das capitais de Goiás e do Distrito Federal e é servido por várias estruturas logísticas, como a BR-153, o Porto Seco de Anápolis e as ferrovias Norte-Sul e Centro-Atlântica.

O empreendimento, que será erguido na área ao lado do Câmpus Aparecida de Goiânia (CAP) da Universidade Federal de Goiás (UFG) é capitaneado pelo grupo empreendedor formado pelas  empresas goianas Tropical Urbanismo e Incorporação, Innovar Urbanismo, RC Bastos Participações, CMC Industrial e Energia e BCI Empreendimentos e Participações.