Sexta-feira, 6 de agosto de 2021 - 16h54
Abree e prefeitura de Florianópolis assinam termo para reciclagem de eletrônicos
Projeto tem como objetivo assegurar a destinação final ambientalmente correta de 100% dos produtos descartados

Com objetivo de expandir as ações de logística reversa e a conscientização da população sobre reciclagem, a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree) anunciou a assinatura de um Termo de Cooperação com a prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), para viabilizar a destinação final ambientalmente correta de produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos.

Conforme previsto no Decreto Federal 10.240/20, a assinatura do termo marca o início da implantação da logística reversa dos produtos no estado, por meio de um parceiro homologado escolhido em concorrência. O objetivo é viabilizar a destinação final ambientalmente correta de 100% dos produtos descartados em Florianópolis por meio dos ecopontos e pontos de recebimento de produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos de todos os portes.

“Florianópolis já apresenta um avanço muito importante quando se trata de reciclagem. Agora chegamos com essa parceria para ampliar e investir em novas ações para que a conscientização se torne um hábito valioso para a população, para o meio ambiente e toda a cadeia da economia circular do estado”, explica Sergio de Carvalho Mauricio, presidente da Abree.

A partir o mês de julho, os quatro  ecopontos da rede SMMA Comcap, que atendem  centro, continente, norte e sul da ilha de Santa Catarina e a remoção de resíduos volumosos por agendamento domiciliar em toda cidade,  passaram a receber os eletroeletrônicos e eletrodomésticos pós-consumo, como aspirador de pó, batedeira, ferro elétrico, fone de ouvido, liquidificador, máquina de costura, micro-ondas, purificador de água, televisão, entre outros e terão o destino final ambientalmente adequado realizado pela Abree. Produtos de grande porte, como geladeiras, máquinas de lavar, fogão e outros, podem ser levados aos ecopontos ou removidos por meio de agendamento domiciliar gratuito.

"Florianópolis já é a capital que mais recicla, a primeira a assumir metas lixo zero e a única que oferece coleta seletiva flex nas frações recicláveis, só vidro, só orgânicos e rejeitos. Essa parceria é fundamental para fazer avançar a logística reversa de eletroeletrônicos e eletrodomésticos que, infelizmente, junto com móveis, ainda estão entre os principais itens descartados de forma irregular nas ruas da capital", aponta o secretário municipal do Meio Ambiente, Fábio Braga.