Terça-feira, 12 de abril de 2011 - 15h51
Programa Pela Vida oferece cuidados básicos ao motorista

Iniciativa do Instituto Julio Simões visa aumentar a segurança nas rodovias brasileiras

O Instituto Julio Simões, organização sem fins lucrativos que investe em programas voltados para a segurança no trânsito, formação profissional e meio ambiente, colocou em prática neste mês de abril, com o apoio da operadora logística JSL, o programa Pela Vida.

Equipes de especialistas presentes em trailers em postos de combustível e de serviços na BR 381, em Minas Gerais, e na BR 101, no Espírito Santo, prestam serviços básicos à saúde dos motoristas de caminhão e ônibus, como aferição da pressão arterial, testes de glicemia e de acuidade visual e cálculo de índice de massa corpórea e da circunferência abdominal, além de receber dicas de segurança nas estradas, materiais educativos e folhetos a respeito da importância do profissional direcionado à família do condutor. O objetivo do programa é diminuir os riscos de acidentes na condução de veículos pesados, aumentando a segurança nas estradas brasileiras a partir do cuidado com a saúde e da conscientização individual, além de contribuir com a valorização da profissão e da vida dos condutores rodoviários. Para a coordenadora do Instituto Julio Simões, Beatriz Urbano, o programa institui uma cultura de valorização da vida nas estradas. “É também uma forma de nos aproximarmos desses profissionais e conhecermos melhor o perfil do motorista para que possamos realizar ações mais focadas para este público no futuro”, completa. A iniciativa, totalmente gratuita e aberta a todos os motoristas, oferece ainda um selo adesivo que pode ser afixado ao veículo para identificar o condutor participante. “É nosso dever saber o que pensa o público com o qual temos nosso maior relacionamento e apoiar ações que permitam o aprimoramento e a profissionalização do caminhoneiro e do condutor de ônibus. A logística está em todas as coisas. Por trás dela, está o motorista, que enfrenta as adversidades do tempo, das pistas, da distância da família e que deve ser valorizado por esse trabalho tão intenso”, afirma Irecê Andrade, diretora comercial da JSL, companhia mantenedora do Instituto Julio Simões. A expectativa é de que, ao todo, pelo menos 20 caminhoneiros passem pelo trailer por dia durante o horário de atendimento, das 7h30 às 17h30. Os trailers permanecerão nos locais escolhidos por pelo menos quatro meses, quando será realizada a primeira avaliação para decidir sobre a permanência ou a alteração de local das equipes itinerantes, que poderão ir para outros pontos nas mesmas rodovias ou ainda serem transferidas para outras estradas. www.pelavidanasestradas.org.br www.institutojuliosimoes.org.br www.jsl.com.br