Quinta-feira, 23 de abril de 2020 - 7h36
DHL transporta 1,3 milhão de testes do coronavírus para o Brasil
Movimentação das cargas, que saíram da Coreia do Sul e passaram pela Alemanha, durou apenas dois dias

A DHL Global Forwarding foi responsável pelo transporte de 1,3 milhão de testes do novo coronavírus para o Brasil, encomendados pelo Instituto Butantan para serem utilizados pelo governo de São Paulo no combate à pandemia. O primeiro lote desembarcou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), no dia 14 de abril, com 726 mil testes, e, no último sábado, dia 18 de abril, um avião cargueiro pousou no mesmo terminal aéreo trazendo os demais 574 mil testes.

Para atender essa demanda, a DHL Global Forwarding realizou um agenciamento de carga aérea, que saiu da Coreia do Sul no dia 16 de abril, com conexão em Frankfurt, na Alemanha, até Viracopos. O deslocamento das cargas até o Brasil foi realizado em apenas dois dias. Durante toda a viagem, os testes são mantidos a uma temperatura de -20ºC e uma equipe especializada do setor farmacêutico monitora a carga 24 horas.

Divulgação

Para prestar o serviço ao Instituto Butantan, a companhia uniu a expertise de profissionais que atuam no Brasil, na Coreia do Sul e nos Estados Unidos. “É um privilégio para a DHL poder auxiliar no transporte de testes da Covid-19 durante essa pandemia e garantir que a carga chegue ao Brasil em segurança e no menor tempo possível. Contamos com uma equipe que reúne 600 especialistas que trabalham diariamente para promover o agenciamento de carga internacional e oferecer a melhor solução logística para os clientes”, destaca Eric Brenner, CEO da DHL Global Forwarding Brasil.

O executivo destaca ainda o comprometimento da DHL com as cargas prioritárias para o enfrentamento do coronavírus. “Estou pessoalmente comprometido em priorizar qualquer remédio ou remessa de ajuda dentro e fora do país durante esses tempos difíceis. Estamos trabalhando com nossos clientes para cumprir nosso valor profundamente arraigado de conectar pessoas, melhorando vidas”, destaca Brenner.

Além de atender ao pedido do Instituto Butantan, no início do mês de abril a DHL Global Forwarding Brasil foi contratada pela Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa (Afip) para promover o agenciamento de uma carga composta por testes rápidos e biológicos de Covid-19. Os embarques ocorreram no em Hong Kong e em Inceon, na Coreia do Sul, e totalizaram o transporte de 50.024 testes de detecção, também com destino ao Aeroporto de Viracopos. A DHL vem transportando também equipamentos como máscaras, respiradores e agentes químicos no combate à Covid-19 para empresas de pequeno porte até grandes indústrias.