Ibovespa
125.124,30 pts
(0,75%)
Dólar comercial
R$ 5,20
(-0,96%)
Dólar turismo
R$ 5,41
(-1,20%)
Euro
R$ 5,54
(-0,86%)

APM Terminals Pecém registra maior movimentação do estado do Ceará em outubro

A companhia quebra seu próprio recorde e apresenta crescimento de 11% em movimentações, em relação aos resultados acumulados no mesmo período de 2022
Por Redacción el 23 de noviembre de 2023 a las 10h46
APM Terminals Pecém registra maior movimentação do estado do Ceará em outubro
Foto: Divulgação / APM Terminals
Foto: Divulgación / APM Terminals

Desde o início da safra deste ano, a APM Terminals Pecém vem apresentando bons números operacionais, mesmo com 2023 se mostrando um ano desafiador para o mercado portuário. Em outubro, o terminal quebrou seu recorde de movimentações e registrou 55 mil TEUs movimentados. Esse foi o maior volume registrado na história da APM Terminals Pecém, que já conta com crescimento de 11% na movimentação acumulada de janeiro a outubro de 2023, frente ao mesmo período de 2022.

Para Daniel Rose, diretor-presidente da APM Terminals Pecém, a adaptabilidade da operação do terminal, como um todo, é um fator-chave para esse resultado. "Nossa resposta ágil ao aumento da demanda garantiu a continuidade dos serviços com alta segurança. Reforçamos nosso compromisso com o Porto do Pecém e especialmente com o setor de fruticultura da região nordeste, fortalecendo o papel fundamental do HUB portuário do Ceará na expansão das operações, com forte presença em exportações", afirma.

Historicamente, outubro e novembro já se apresentam como os melhores meses de movimentação, muito em virtude da alta demanda pela exportação de frutas para a Europa e os Estados Unidos. Segundo a empresa, a localização do terminal da APM Terminals Pecém contribui para o êxito desse tipo de movimentação, a partir da proximidade geográfica, fazendo com que os alimentos produzidos no país cheguem mais rápido ao destino final.

A previsão da autoridade portuária do Complexo de Pecém para essa temporada é das exportações do setor de fruticultura atingirem 180 mil toneladas, 10 mil a mais que a anterior (2022/2023). Também é estimado que os embarques registrem mais de 7.200 contêineres refrigerados, com produtos cultivados especialmente nos polos de Pernambuco, Bahia, Ceará e Rio Grande do Norte.

"Estamos otimistas quanto ao futuro e comprometidos em investir e crescer junto com o Ceará e estados vizinhos, vinculando nosso sucesso ao desenvolvimento econômico sustentável da região. Continuaremos a aprimorar operações, expandir infraestrutura e promover a sustentabilidade e a responsabilidade social em todas as nossas atividades", complementa Daniel Rose.

Marcelo Gurgel, gerente Comercial da APM Terminals Pecém, confirma que "além do crescimento de 23% na exportação de frutas, nos últimos três meses, o terminal também foi o principal porto de auxílio para as operações que estavam destinadas a Manaus, que sofre com a pior seca da região amazônica já registrada na história". Durante esse período, o terminal contou com uma alta demanda de contêineres e atuou como um ponto operacional para a recepção de grande parte do volume das cargas para Manaus, provenientes de diversos armadores.

"Nosso terminal estava preparado para esse desafio e todo o investimento realizado em equipamentos, pessoas e áreas específicas se provou efetivo para o recebimento dos transbordos e constante alinhamento com os diversos armadores e o Complexo do Pecém", acrescenta André Gonzaga, gerente de Operações da APM Terminals Pecém.

 

LEIA MAIS:

Utilizamos cookies y tecnologías similares para mejorar su experiencia, analizar estadísticas y personalizar la publicidad. Al acceder al sitio web, acepta este uso, de acuerdo con la Política de Privacidad.
Aceptar
Administrar