Ibovespa
119.630,44 pts
(0,41%)
Dólar comercial
R$ 5,43
(0,22%)
Dólar turismo
R$ 5,63
(0,04%)
Euro
R$ 5,83
(0,26%)

Ações ESG para caminhoneiros são praticamente inexistentes, diz CEO do Clube da Estrada

Empresa administrada pela Freto investiu R$ 40 milhões em cuidados e serviços gratuitos para os caminhoneiros nos últimos nove anos
Por Redacción el 13 de abril de 2023 a las 11h30
Ações ESG para caminhoneiros são praticamente inexistentes, diz CEO do Clube da Estrada

ESG é a grande pauta do momento no universo de logística e supply chain, sendo possível enxergar inúmeras ações que estão sendo tomadas pelas empresas no Brasil e no mundo a todo momento. No entanto, quando trata-se de ações voltadas para os caminhoneiros, Thomas Gautier, CEO do Clube da Estrada e da logtech Freto, avalia que elas são praticamente inexistentes no âmbito nacional.

"Quando se fala em Transportes e Logística, já enxergamos uma gama de iniciativas ambientais, principalmente no que diz respeito à diminuição da poluição. Mas o motorista, que transporta a maioria do PIB do Brasil pelas rodovias, e seu círculo familiar, ainda estão desamparados", afirma o executivo.

A partir dessa avaliação, o Clube da Estrada, empresa administrada pela Freto, já investiu mais de R$ 40 milhões em mais de 2 milhões de serviços de saúde, bem-estar e educação para os caminhoneiros, famílias e pessoas próximas. Atendimentos de saúde (+160 mil), barbearia (+110 mil), acesso a lan house (+400 mil) e Wi-Fi (+ 800 mil), sessões de cinema (+200 mil) e impressões de documentos (+400 mil) são algumas das facilidades oferecidas a quem passa muito mais tempo nas estradas do que na própria casa.

Nova estratégia para expansão e captação de recursos
Atualmente, o Clube da Estrada opera como uma Sociedade Limitada, portanto, as parcerias costuradas desde a fundação também têm o objetivo de gerar caixa para que a instituição siga ampliando seu alcance. Desde 2022, já sob a gestão do Freto, as instituições Visa, Sascar, Seminovos Volvo, SOS Truck, Polícia Federal, Sest/Senat, Repom e Trato, foram alguns dos patrocinadores e apoiadores que embarcaram no projeto – evolução considerada rápida, segundo a logtech administradora. Dentro do pipeline de prospecções para 2023, Michelin e APVS Truck são as primeiras empresas confirmadas como apoiadoras.

LEIA TAMBÉM: Votação de MP sobre seguro de cargas põe transportadores em alerta

No ano passado, o Clube alcançou 153 mil visitas e 16 mil novos cadastros, 45% e 23% a mais do que no ano anterior, respectivamente. Agora, Gautier afirma depender de novas receitas para abrir pelo menos mais três unidades do Clube da Estrada em postos que já estariam interessados em futuras parcerias.

"Notamos que muitas empresas estão com suas verbas de marketing saturadas, mas possuem áreas ESG em busca de bons projetos para investir", contextualiza Gautier. Segundo o executivo, esses apoios serão direcionados para pesquisas, ações de saúde e bem-estar, de educação e a criação de um selo de 'Empresa amiga do Caminhoneiro'. "Também poderemos trabalhar com leis de incentivo, receber doações, e realizar programas de voluntariado", completa.

O CEO frisa que existem motivos para que mesmo empresas fora do setor de transportes se preocupem com a qualidade de vida do Caminhoneiro. "Um motorista descansado, bem alimentado, seguro, feliz e com seu caminhão preparado para rodar é garantia de entrega na ponta, o que beneficia a todos nós. Mas a sociedade esquece que as pessoas atrás do volante também têm suas aspirações, consomem informação e produtos – seja para eles ou para suas famílias. Começamos um movimento forte de conscientização, com empresas dos setores financeiro, educacional, alimentício, comércio eletrônico, saúde e bem-estar, para destacar a Humanologística, uma logística feita por pessoas para pessoas, e convidar a todas as empresas para abraçarem esta causa conosco", apela Gautier.

Utilizamos cookies y tecnologías similares para mejorar su experiencia, analizar estadísticas y personalizar la publicidad. Al acceder al sitio web, acepta este uso, de acuerdo con la Política de Privacidad.
Aceptar
Administrar