Ibovespa
124.780,74 pts
(-0,44%)
Dólar comercial
R$ 5,26
(1,53%)
Dólar turismo
R$ 5,49
(1,72%)
Euro
R$ 5,59
(1,49%)

Vendas de veículos comerciais no Chile sofrem impacto da contração econômica no terceiro Trimestre

Queda foi de 16,9% em relação aos primeiros nove meses de 2022
Por Redação em 17 de novembro de 2023 às 7h05
Vendas de veículos comerciais no Chile sofrem impacto da contração econômica no terceiro Trimestre
Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay

A contração econômica no Chile, superando as previsões negativas, teve um impacto significativo nas vendas de veículos comerciais durante o terceiro trimestre deste ano. Segundo dados da ANAC (Associação Nacional de Automotores do Chile), foram comercializadas 11.489 unidades (caminhões e ônibus), representando uma queda de 16,9% em relação às 13.289 unidades registradas nos primeiros nove meses de 2022.

O segmento de caminhões foi o mais afetado, registrando a venda acumulada de 9.145 unidades de janeiro a setembro de 2023, marcando uma retração de 24,6% em comparação com as 12.133 unidades do mesmo período de 2022.

No mês de setembro, foram vendidos 1.019 caminhões, uma redução de 14,4% em comparação com os 1.166 veículos vendidos no mesmo mês de 2022. No entanto, esse número representa um aumento significativo de 22,2% em relação às 834 unidades registradas em agosto, sendo o quarto melhor mês em vendas no ano.

O mercado de ônibus apresentou um cenário diferente, com vendas acumuladas de 2.344 veículos, um crescimento notável de 38,2% em relação ao mesmo período de 2022, que registrou o licenciamento de 1.696 unidades. Setembro foi destacado como o melhor mês dos últimos quatro anos, com a venda de 645 novos veículos, um aumento de 44,6% em comparação com as 446 unidades de setembro de 2022 e uma impressionante elevação de 593,5% em relação às 93 unidades vendidas em agosto deste ano.

Esse aumento expressivo foi impulsionado pela licitação vencida pela fabricante chinesa BYD, que forneceu 365 veículos elétricos como parte do programa de renovação da frota do serviço RED, responsável pelo transporte urbano de passageiros em Santiago, capital do Chile.

Desempenho por Marcas e Segmentos:

Caminhões:

  • A Mercedes-Benz liderou em vendas de caminhões, acumulando 1.635 veículos nos primeiros nove meses de 2023, com uma participação de mercado de 17,9%.
  • A Volvo ficou em segundo lugar, com 945 veículos e uma participação de 10,3%.
  • A Scania vendeu 863 unidades, alcançando uma participação de mercado de 9,4%.

Segmentos:

  • A JAC liderou as vendas de caminhões leves, com 222 unidades e 20,9% de participação.
  • A Chevrolet liderou o segmento de caminhões médios, com 622 veículos e 26,1% de participação.
  • A Mercedes-Benz liderou em vendas de caminhões pesados, com 1.458 veículos e uma participação de 25,6%.

Ônibus:

  • A Foton manteve a liderança em vendas acumuladas, com 838 veículos elétricos para a renovação da frota de transporte urbano de passageiros.
  • A BYD ocupou a segunda posição, com 366 unidades.
  • A Mercedes-Benz vendeu 250 veículos, enquanto a Volvo registrou 159 unidades.


LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar