Ibovespa
129.558,62 pts
(0,42%)
Dólar comercial
R$ 4,96
(-0,36%)
Dólar turismo
R$ 5,16
(-0,28%)
Euro
R$ 5,37
(-0,02%)

RIOgaleão Cargo encerra o 1º semestre de 2023 com aumento de movimentação de carga

Aeroporto registrou novo recorde de USD 5,4 bilhões em valor de cargas recebidas
Por Redação em 30 de agosto de 2023 às 10h03
RIOgaleão Cargo encerra o 1º semestre de 2023 com aumento de movimentação de carga
Foto: Raphael Minho/Tecnologística
Foto: Raphael Minho/Tecnologística

O RIOgaleão Cargo fechou o primeiro semestre de 2023 com um novo recorde em valor de cargas recebidas. O terminal registrou um total de US$ 5,4 bilhões em movimentação de carga, um resultado 14% superior ao do mesmo período em 2022. Em comparação a igual período de 2019, o número é 64,7% superior.

De acordo com o comunicado divulgado pelo aeroporto, durante o período ainda foi registrada uma redução de 20% no tempo de permanência de cargas no terminal, que reflete uma série de iniciativas desenvolvidas pela concessionária, entre elas o Programa de Eficiência logística, que este ano contou com a cobertura da Tecnologística, no Rio de Janeiro (RJ).

“O desempenho operacional do RIOgaleão Cargo é uma das principais frentes do aeroporto. Esses números demonstram como o maior equipamento urbano da cidade funciona como um motor da economia do estado do Rio de Janeiro. Hoje, o Terminal de Cargas é responsável por receber entre 20 e 25% das cargas que entram no Rio de Janeiro, considerando todos os portos e aeroportos do estado”, acrescenta Patrick Fehring, Diretor de Negócios Aéreos do RIOgaleão.

O terminal atribui o resultado da movimentação de cargas a uma combinação de fatores econômicos, como a recuperação de segmentos de Petróleo e Gás, e da indústria da aviação, que são considerados como relevantes para o estado. Entre os segmentos que se destacaram durante o primeiro semestre do ano estão: Farmacêutico, Petróleo e Gás e Aeroespacial. Juntos, eles respondem atualmente por mais de 60% dos valores das cargas importadas.

"Outros segmentos de destaque são o de Indústria e Transporte Aéreo, que registrou um aumento de 80% e o Farmacêutico, que segue como um dos mais representativos no valor de mercadorias movimentadas. Apesar de ter apresentado uma queda de 10% em relação a 2022, explicado pelo pico de importação de medicamentos durante a pandemia, o segmento registrou um aumento expressivo de 69% comparado com a performance de 2019", diz o comunicado.

Programa de Eficiência Logística
Com o objetivo de diminuir o tempo de permanência das mercadorias no Terminal de Cargas, o terminal observou um ganho de 20% de eficiência na comparação do primeiro semestre de 2023 com o mesmo período no ano passado. Foi registrada uma queda de 43h33m para 34h15m no tempo médio de permanência de cargas. Quando comparado com o período pré-pandemia, o ganho de eficiência é de 34%.

“Quanto mais eficientes os clientes são, utilizando o Terminal de Cargas, menores serão seus custos e mais competitivos eles são com seus concorrentes. Dessa forma, quanto mais o programa avança mais competitivos nós somos em comparação a outros modais de transporte e outros aeroportos”, ressalta Leandro Lopes, Gerente Comercial do RIOgaleão Cargo.

Entre os setores que se destacaram em eficiência estão: farmacêutico que reduziu em 57% o tempo médio de permanência das cargas, saindo de 92h em 2019 para 39h em 2022; e o segmento de Instrumentos e Equipamentos Médicos diminuiu o tempo de liberação de carga em 42%, saindo de 37h em 2019 para 21h em 2022.

RIOgaleão Cargo encerra o 1º semestre de 2023 com aumento de movimentação de carga


 

LEIA TAMBÉM:

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência, analisar estatísticas e personalizar a publicidade. Ao prosseguir no site, você concorda com esse uso, em conformidade com a Política de Privacidade.
Aceitar
Gerenciar