Quinta-feira, 31 de outubro de 2019 - 10h14
Estradas paulistas ganham 220 equipamentos com tecnologia OCR para leitura de placas
Objetivo é, por meio da captura de imagens, verificar todas as informações obre os veículos

As rodovias paulista estão recebendo reforço na segurança viária com 220 novos equipamentos com tecnologia OCR – para leitura de placas. Desde a segunda quinzena de agosto, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) iniciou a implantação de novos equipamentos com a tecnologia nas rodovias sob sua administração e concedidas à iniciativa privada. A expectativa é que a instalação desses aparelhos seja concluída no próximo mês de novembro. Eles se juntarão aos 549 equipamentos já em operação, totalizando 769 unidades OCRs.

Segundo o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, os OCRs realizarão a captura de imagens das placas, permitindo que os agentes da Polícia Militar Rodoviária verifiquem, por meio de base de dados, todas as informações sobre os veículos, tais como fabricante, modelo e cor, além de revelar a situação legal como IPVA, licenciamento e multas.

Os equipamentos são integrados à central de inteligência do DER, que estão conectados aos bancos de dados das polícias (Civil e Militar), Justiça, Detran e do próprio DER. "Com a integração destes sistemas, os policiais terão rápido acesso aos registros criminais, como roubo, furto e alertas criminais”, diz Machado.

Esta central enviará mensagens automáticas aos tablets em uso pela Polícia Militar Rodoviária. A localização dos 176 novos pontos de fiscalização com equipamentos OCRs foi determinada após mapeamento conjunto entre as equipes do DER, Comando do Policiamento Rodoviário e a Polícia Militar de Estado de São Paulo.

Vale ressaltar que está em fase de conclusão o mapeamento que apontará a localização para implantação dos outros 44 novos aparelhos, totalizando 220 equipamentos em operação na malha viária estadual.

Esses novos pontos atendem a logística de segurança pública em implantação. Como reforço na segurança viária dos condutores e usuários em algumas rodovias os novos equipamentos também terão a função de fiscalização de velocidade.

Com investimento de R$ 12,6 milhões, o projeto inclui também o uso de tablets e impressoras no trabalho dos agentes rodoviários. Os 2.600 equipamentos, entre 1.300 tablets e 1.300 impressoras, foram distribuídos pelos cinco batalhões de Policiamento Rodoviário existentes no estado.