Segunda-feira, 5 de novembro de 2012 - 11h02
TCP atinge novo recorde de produtividade
Terminal paranaense anuncia ainda nova linha de cabotagem entre Brasil, Argentina e Uruguai

O Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR) atingiu, em setembro, um novo recorde de produtividade. Ao alcançar a marca de 74 movimentos por hora (MPH), o terminal registrou um desempenho superior ao recorde anterior, verificado em maio de 2012, de 70 MPH.

“A produtividade do TCP vem crescendo de forma consistente mês a mês, proporcionando custos menores para armadores, importadores e exportadores, além de gerar mais espaço no pátio e no cais para ampliar os serviços”, analisa o diretor-superintendente do terminal, Juarez Moraes e Silva.

Segundo ele, o ganho de produtividade é resultado dos investimentos que o terminal vem recebendo. “O TCP vem implantando um projeto de ampliação e modernização que envolve todas as suas áreas e que o tornará um dos mais modernos terminais de contêineres da América Latina”, diz. Recentemente, o terminal recebeu o início das obras de extensão do cais leste de Paranaguá, que ampliará sua capacidade dos atuais 1,2 milhão de TEUs para 1,5 milhão de TEUs ao ano até o final de 2013, permitindo o recebimento de navios ainda maiores e mais largos.

Cabotagem

O TCP conta, desde o dia 9 de outubro, com uma nova linha semanal de serviços de cabotagem, com o objetivo de ampliar a abrangência do terminal no Mercosul. Operado pela Aliança, empresa do Grupo Hamburg Süd, a rota atende aos portos de Buenos Aires e Zarate, na Argentina, e Montevideo, no Uruguai.

Para Moraes e Silva, a linha oferece mais uma alternativa para importadores e transportadores que utilizam o Porto de Paranaguá como base para o comércio internacional. “Estamos continuamente ampliando nossos serviços, reforçando o posicionamento de Paranaguá como principal hub do Sul do Brasil para o trade internacional”.

Crédito da foto: Rodrigo Leal APPA