Segunda-feira, 18 de janeiro de 2016 - 14h11
TCP bate recorde de exportação de madeira
Volume de dezembro superou em 35 mil m³ as exportações do mesmo mês de 2014

A TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR), bateu um recorde inédito de exportação de madeira em dezembro de 2015, quando foram contabilizados 2.311 contêineres, embarcados com destino a países da Europa, Ásia e América do Norte, totalizando 115 mil m³ de madeira. O volume representou um crescimento de 35 mil m³ na comparação com o mesmo período de 2014.

“Isso foi consequência da valorização do dólar frente ao real”, explica Juarez Moraes e Silva, diretor-superintendente Comercial da TCP. “E também em virtude dos novos serviços logísticos oferecidos pela TCP Log para o setor madeireiro e dos investimentos em equipamentos e modernização do terminal, que garantem que tenhamos alta produtividade”, completa o executivo.

Entre as ações desenvolvidas pela subsidiária de logística da TCP estão o controle inteligente de fluxos e a gestão logística integrada, que resultou em uma otimização dos custos para o cliente e maior visibilidade operacional de todas as etapas do processo de transporte da carga até o porto. A TCP Log mantém parcerias com mais de 20 transportadoras em todo o Paraná.

“Com os serviços oferecidos pela TCP Log, somos responsáveis por todo o processo logístico. Fazemos desde a cotação de serviços de traslado e a gestão da cadeia até consolidação das cargas na origem e o descarregamento em Paranaguá”, destaca Moraes e Silva.

Outro diferencial competitivo para a indústria da madeira é o transporte por ferrovia. As cargas que chegam à base intermodal de Ponta Grossa (PR) deixam a região em trens, acessando diretamente a área alfandegada dentro do Terminal de Contêineres de Paranaguá.