Terça-feira, 23 de agosto de 2016 - 9h46
Porto de Santos eleva participação na balança comercial
Complexo portuário movimentou 28,9% do total de cargas brasileiro de janeiro a julho de 2016

A movimentação de cargas pelo Porto de Santos (SP) atingiu US$ 53,4 bilhões de janeiro a julho deste ano, representando uma parcela de 28,9% de participação comercial na balança comercial brasileira. Desde maio do ano passado, a participação do complexo portuário santista tem se mantido acima dos 27%.

O desempenho de Santos nos sete primeiros meses de 2016 superou mais uma vez o recorde de maior movimentação física geral, com 67,96 milhões de toneladas operadas, alta de 2,5% em relação ao maior movimento para o período, verificado em 2015.

A movimentação de cargas de comércio exterior também registrou o maior crescimento dentre os principais portos do país no total acumulado até julho, atingindo 60,9 milhões de toneladas, uma alta de 19% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os valores referentes à corrente comercial são apurados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. As demais informações são da Gerência de Tarifas e Estatísticas da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), que administra o Porto de Santos.

As exportações, com 50,43 milhões de toneladas embarcadas, foram determinantes para o desempenho positivo no total geral, reflexo de uma participação de 74,2% e um crescimento de 7,2% no período, garantindo o crescimento de 2,5%, uma vez que as importações registraram queda de 9%.

Porto de Santos

Os embarques do chamado complexo soja, composto por grãos e farelo, liderou o ranking das cargas mais movimentadas no total acumulado, alcançando 17,14 milhões de toneladas, com alta de 11,4% em relação a 2015. Em seguida estão as exportações de açúcar, registrando 10,46 milhões de toneladas e crescimento de 16,4% no período e a marca de 20,1% de incremento no mês de julho. O milho também se destacou com alta de quase 40% e 3,18 milhões de toneladas exportadas.

Nas importações, a carga de maior movimentação no período foi o adubo, com incremento de 38,7%, alcançando 1,59 milhão de toneladas com crescimento de 56,8% no total mensal. As descargas de gás liquefeito de petróleo (GLP) aumentaram 34,8%, com a operação de 629 mil toneladas.

A consignação média da movimentação geral do Porto de Santos, que expressa o desempenho da produtividade em função da tonelagem por navio, registrou crescimento de 8,52%, com uma média de 25.264 toneladas operadas por embarcação.