Quarta-feira, 19 de agosto de 2020 - 17h00
TCP fecha julho com a maior movimentação de contêineres de sua história
Terminal paranaense movimentou 47.517 unidades no período

O Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) registrou três recordes no mês de julho, sendo um deles o de maior movimentação de contêineres de sua história, com 47.517 unidades, 90 a mais do que a marca anterior, que havia sido conquistada em abril.

O segundo recorde diz respeito ao maior número de contêineres cheios exportados pelo terminal: 20.301 unidades. O recorde anterior foi registrado em maio passado, com 19.289 unidades. A terceira conquista foi na exportação de contêineres reefer, para cargas refrigeradas, com 8.461 unidades, contra 8.422 também de maio.

Divulgação

Na comparação com o mesmo período de 2019, o crescimento no volume total foi de 1%.  Exportações cheias e de cargas refrigeradas subiram 18% e 17%, respectivamente.

De acordo com o diretor Comercial do terminal, Thomas Lima, os aumentos são consequências de ações desenvolvidas com foco no cliente. “Oferecemos o maior número de linhas marítimas do Brasil e, recentemente, incluímos um novo serviço direto para a Costa Leste dos Estados Unidos. Além disso, investimos em infraestrutura com a ampliação do cais e do terminal, aumentando nossa capacidade de movimentação de TEUs”, explica.

O executivo destaca o protagonismo das cargas refrigeradas e dos commodities agrícolas. Carnes e congelados tiveram um crescimento de 15% em relação a julho de 2019, enquanto commodities agrícolas e florestais cresceram 13%. “Esse crescimento é possível porque a TCP oferece as melhores condições comerciais de qualquer outro terminal na região. Trabalhamos com opções customizadas para os clientes, atendendo as necessidades logísticas de cada um”, diz.

Entre as opções customizadas, a TCP oferece, por exemplo, conexão com a ferrovia, serviços de armazenagem, cross-docking e cross-stuffing, todos na zona primária do terminal. O complexo conta também com o maior número de tomadas para contêineres refrigerados da América Latina, com mais de 3.600 unidades no pátio. “A TCP é o maior corredor de exportação de carnes de frango do mundo. Nenhum outro terminal movimenta tanto volume de contêineres reefer no país, e nossa disponibilidade de equipamentos suporta isso” finaliza Lima.