Terça-feira, 9 de março de 2021 - 10h45
APM Terminals Pecém registra crescimento de 10% na movimentação em 2020
Ao todo, terminal localizado no Ceará operacionalizou durante todo o ano passado 387.717 TEUs

A APM Terminals Pecém (CE) divulga os resultados operacionais alcançados no ano de 2020. Ao todo, o local atingiu 387.717 TEUs movimentados, crescimento de 10% em relação a 2019. Os destaques ficaram por conta da  exportação de unidades refrigeradas e para a importação.

A cabotagem também merece registro. Isso porque, a modalidade subiu 5% no volume total em comparação com 2019, registrando 330 mil TEUs movimentados durante 2020. Com isso, a navegação costeira segue representando a maioria das movimentações do terminal com cerca de 85% do volume total. A APM Terminals Pecém divulga que oferece seis linhas de cabotagem interligando o Sul ao Nordeste do país e Manaus.

Já na avaliação das cargas de longo curso, a APM Terminals Pecém registrou aumento de 49% frente ao ano de 2019. A exportação e importação representam 15% do volume total movimentado.

Divulgação

Pecém também se destacou no cenário nacional, sendo o Terminal que apresentou maior crescimento no Brasil em 2020. Segundo dados do Datamar, em 2020, a empresa ficou em primeiro lugar no crescimento das exportações, com índice de 46,60%, e em segunda colocação no sentido da importação, com aumento de 19,56%.

Para o diretor-superintendente da APM Terminals Pecém, Daniel Rose, o crescimento surpreendeu. “Nós iniciamos o ano com uma perspectiva de crescimento entre 5 e 6%, porém a chegada da pandemia fez com que a empresa se preparasse para vários cenários, inclusive de queda”, diz.

Ainda de acordo com o executivo, foi preciso resiliência e dedicação para enfrentar a pandemia, resguardar a vida das pessoas e, ao mesmo tempo, manter o foco na qualidade da prestação dos serviços. “Nosso trabalho não podia, e não pode parar, então, adotamos todas as medidas possíveis de segurança e seguimos operando com qualidade e, aos poucos, vimos os resultados aparecerem de forma surpreendente”, afirma o superintendente.

Perspectivas

O terminal destaca que o mercado de exportação de frutas da região também contribuiu com as marcas positivas e cresceu 13 pontos percentuais (pp) no market share chegando a 33%. Além disso, o local teve aumento de 73% no volume de movimentações de contêineres para a safra de frutas de 2020/2021.

Para o Head Comercial da APM Terminals Pecém, André Magalhães, as conquistas de 2020 somam o potencial da região ao modelo de excelência focado nos clientes adotado pela companhia. “Implantamos a cultura lean em todas as áreas da empresa, com foco em melhoria contínua, padronização de processos e redução de desperdícios. Nosso compromisso é oferecer uma experiência com padrão de classe mundial, seja para os clientes que chegam de navio ou que entram pelo nosso gate”, ressalta.

A meta é manter os números positivos este ano e o desempenho no início do ano mostrar isso. Ao longo do dos dois primeiros meses de 2021, a APM Terminals Pecém anuncia que movimentou mais de 65.400 TEUs, crescimento de 15,9% frente ao mesmo período de 2020.

De acordo com dados do terminal, grande parte desse crescimento se deve às movimentações de cargas de cabotagem, que encerrou fevereiro com cerca de 54 mil TEUs, 17% a mais do que os dois primeiros meses do ano anterior. A exportação de cargas também se destacou com aumento de 26,8%.