Segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 - 9h52
Movimentação em alta no Porto de Santos
Terminal operou, no último mês de janeiro, 7,5 milhões de toneladas, crescimento de 8,9% frente ao mesmo período de 2014

A Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) divulgou na última sexta-feira, 20 de fevereiro, que o movimento de cargas do Porto de Santos iniciou o ano de 2015 estabelecendo a segunda maior marca para o mês de janeiro, atingindo 7,5 milhões de toneladas, superando em 8,9% o volume operado no mesmo período do ano passado (6,8 milhões t). A maior movimentação foi registrada em janeiro de 2013 (7,9 milhões t).

As exportações somaram 4,9 milhões t, ficando 14,4% acima dos embarques efetuados em janeiro de 2014 (4,2 milhões t). Entre as cargas de exportação destacaram-se o farelo de soja (39,8%), álcool (5,6%), café em grãos (22%), celulose (11,4%), gasolina (71,8%), óleo combustível (94,4%), óleo diesel e gasóleo (44,2%) e sucos cítricos (61,7%).

As importações totalizaram quase 2,6 milhões de t, ficando 0,2% abaixo do resultado obtido no ano passado. Os destaques positivos nas descargas efetuadas em janeiro foram amônia (30,6%), enxofre (41,2%) e sal (32,2%). A queda mais significativa nos embarques foi registrada pelo trigo (-63%).

Já a movimentação de contêineres espelha um cenário de crescimento do segmento. Foram operados 285.037 TEUs, 3,2% acima do mesmo período do ano passado. Em tonelagem o crescimento foi de 12,7%. O fluxo de navios somou 412 embarcações, ficando 4,6% acima do apurado em janeiro de 2014.

A consignação média foi de 20,5 mil t por navio, aumento de 7,12% em relação ao mesmo período do ano anterior (19,1 mil t/navio). A consignação média das cargas conteinerizadas foi de 15 mil t/navio, crescimento de 8,22 % sobre 2014 (13,9 mil t/navio).

A participação do Porto de Santos na Balança Comercial em janeiro atingiu 26,8% (US$ 8,2 bilhões) do total Brasil (US$ 30,5 bilhões). O valor das cargas de importação por Santos totalizaram US$ 4,5 bilhões e as de exportação US$ 3,6 bilhões. As exportações brasileiras somaram US$ 13,7 bilhões e as importações US$ 16,8 bilhões.