Terça-feira, 16 de junho de 2015 - 15h42
BTP registra recorde na média de produtividade
O terminal alcançou 34,11 mph, um aumento de 21% na comparação com o quarto trimestre do ano passado

A Brasil Terminal Portuário (BTP) atingiu, em maio, uma produtividade média de 34,11 movimentos por hora (mph) por guindaste. Esse foi o maior índice alcançado desde o início de suas operações no Porto de Santos (SP) e representa um aumento de 21% na produtividade do terminal quando comparada com a do quarto trimestre do ano passado, que foi 28 mph.

Segundo a empresa, o resultado é justificado pelos investimentos na melhoria dos processos do terminal. “O fato de sermos um terminal novo e com modernos equipamentos instalados é um importante diferencial competitivo, mas sabemos que só isso não é o suficiente. A integração das equipes na busca de soluções inovadoras para ganhos de produtividade, somada a um ambiente seguro de trabalho, tem se mostrado cada vez mais frequente na BTP. É isso que tem feito a diferença”, afirma o diretor-presidente da BTP, Antonio Passaro.

“Para nós, esse tipo de resultado, que mostra a média mensal de movimentação por guindaste, é ainda mais importante que medir o recorde de um único navio, pois o índice escolhido evidencia o crescimento sustentável em nossa performance”, conclui o executivo.

Além disso, o truck cycle da empresa tem exibido rendimentos ainda mais positivos. Atualmente, o tempo médio de permanência dos caminhões no terminal da empresa do pré-gate ao gate out é de 40 minutos, representando um avanço de 30% em relação à média do quarto trimestre de 2014.