Sexta-feira, 16 de outubro de 2015 - 9h50
Movimento no pátio de triagem de Paranaguá cresce 55%
Mesmo com o aumento no número de veículos, porto consegue manter suas operações sem formar filas

De acordo com a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), a movimentação de caminhões no pátio de triagem do Porto de Paranaguá (PR) aumentou 55% em setembro deste ano, na comparação com o mesmo mês de 2014.

Com uma exportação de grãos bastante superior à registrada em setembro do ano passado, mais de 28 mil caminhões entraram no pátio ao longo do último mês. Em 2014, o local recebeu 18 mil caminhões carregados de grãos no nono mês do ano.

No acumulado de 2015, o Porto de Paranaguá já recebeu 2% mais caminhões do que no ano passado. De janeiro a setembro, 299,5 mil veículos passaram pelo pátio de triagem, contra 292 mil no mesmo de 2014.

Para o diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, o fundamental é garantir o aumento no recebimento de caminhões sem causar transtornos à cidade. “O mais importante é conseguir atender essa demanda sem a formação de filas. O caminhoneiro que vem carregado para Paranaguá sabe que vai trabalhar com tranquilidade, sem demora na operação”, afirma.

Há pelo menos quatro anos não há registro de filas nas estradas que dão acesso ao porto paranaense. Para chegar a esse resultado, a Appa tem investido em melhorias no pátio de triagem. Somente nas novas guaritas e acessos, inaugurados no último mês de agosto, foram investidos R$ 10,5 milhões.

Além dos investimentos em estrutura, o fim das filas foi possível também devido à adoção de uma série de medidas operacionais do início ao fim da cadeia logística do escoamento da safra agrícola, como a reformulação do sistema de agendamento Carga Online. Assim, prosseguem para Paranaguá apenas caminhões com garantia de vaga no pátio e de janela para descarregamento.