Terça-feira, 3 de janeiro de 2017 - 9h54
Mercedes-Benz encerra 2016 com aumento de market-share
O aumento foi de 26,7% em 2015 para 29,6% no segmento de caminhões em 2016

A Mercedes-Benz do Brasil divulgou no dia 2 de janeiro dados sobre o balanço de 2016. Segundo a empresa, com o fechamento, manteve-se a posição de liderança nas vendas de veículos comerciais no país. “Ao longo das seis décadas, nós aprendemos a lidar com a realidade do transporte no Brasil; afinal, oferecemos produtos para rodar o imenso território nacional, de Norte a Sul, atendendo às necessidades tanto dos transportadores quanto dos motoristas, seja nas cidades, nas estradas ou nas vias fora de estrada”, afirma Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.mercedes-capa

A empresa aumentou o market share de caminhões de 26,7% em 2015 para 29,6% em 2016. Em ônibus, foi de 52,5% no segmento acima de oito toneladas, em 2015, para 58,4% neste ano. E no segmento de comerciais leves (vans, furgões e chassis com cabina), de 24,5% em 2015 para 26,6% em 2016”. “Os diversos lançamentos de produtos e serviços demonstram claramente que não deixamos de pensar e, principalmente, de atender as demandas dos nossos clientes. Estamos cumprindo aquilo que prometemos”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing & Peças e Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

Segundo Leoncini, a empresa manteve a liderança nas vendas de veículos comerciais no Brasil em 2016. “Foram 24.797 unidades comercializadas ao longo do ano, sendo 13.915 caminhões, 6.067 ônibus e 4.815 comerciais leves”, informa. “Aliás, essa liderança está refletida não só nos números de venda, mas também nas diversas premiações que conquistamos este ano. Fomos amplamente reconhecidos como marca, produtos, empresa e atendimento, e estamos sendo muito bem avaliados por nossos clientes, ocupando posição de destaque em sua preferência e em sua lembrança. É isso que importa. Quando o cliente pensar numa necessidade de produto ou serviço, queremos que ele continue pensando na marca Mercedes-Benz como a solução ideal”, diz.

Ainda de acordo com Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil, a empresa tem trazido novos aportes para o país. “Estamos investindo R$ 730 milhões para modernização e ampliação de nossas plantas de veículos comerciais de São Bernardo do Campo e Juiz de Fora, entre 2015 e 2018, além de R$ 70 milhões para construção do nosso campo de provas de veículos comerciais em Iracemápolis, cidade onde também inauguramos, este ano, a nossa fábrica de automóveis, que demandou mais de R$ 600 milhões”, conta.