Quarta-feira, 3 de julho de 2019 - 11h05
TCP fecha o mês de maio com recorde operacional histórico
Terminal movimentou no período 82.191 TEUs; recorde anterior, registrado em julho de 2015, era de 77.035 TEUs

A TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR), informa que fechou o mês de maio com novos recordes, sendo um deles o de maior movimentação de contêineres da sua história. Foi contabilizado o volume total de 82.191 TEUs, 6,7% maior que o último recorde registrado em julho de 2015, quando operacionalizou 77.035 TEUs. O terminal também bateu recorde em cargas refrigeradas, com 8.422 contêineres.

Segundo o diretor Comercial da TCP, Alexandre Rubio, os números são reflexos da capacidade operacional e infraestrutura oferecida pelo terminal. “A TCP tem uma flexibilidade muito grande para a atracação de navios em Paranaguá. São 879 metros de berço que garantem que, mesmo fora de escala em outros portos, o navio consiga atracar no litoral paranaense, recuperando sua agenda”, enfatiza.

Outro destaque de acordo com o executivo é a boa produtividade mantida na operação dos navios. “Ao longo dos anos, a TCP investiu em sistemas integrados e modernização dos equipamentos, que nos permitiram ter uma excelente gestão de pátio e a automação de processos. Com as ações integradas, diminuímos o tempo das operações e mantemos a qualidade no serviço prestado.”

Em  maio, as principais cargas movimentadas foram reefer (frango, boi, porco), papel e celulose, madeira, eletroeletrônico e bens de consumo. As principais origens são os estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e os destinos países da Ásia, Europa e Oriente Médio.

As cargas refrigeradas também merecem destaque. Rubio destaca que a TCP é uma das principais portas de saídas para este tipo de produto na região Sul do País. Em maio, 8.422 contêineres deixaram o Brasil carregados de carnes, frutos do mar, peixes e produtos de origem animal. “A infraestrutura para a operação de cargas refrigeradas é um diferencial da TCP. O parque destinado para a armazenagem de cargas refrigeradas conta com 3.600 tomadas, se consolidando como a maior estrutura reefer da América Latina”, afirma.