Quarta-feira, 23 de junho de 2021 - 15h46
Randon registra aumento de 161% nas exportações em 2021
Balanço do primeiro quadrimestre do ano apresentou forte crescimento na comparação com o ano passado

A Randon Implementos registrou em 2021 um forte crescimento nos indicadores de produtos vendidos para o exterior. O balanço do primeiro quadrimestre do ano aponta um crescimento de 161% nas vendas de exportação em comparação com o mesmo período do ano passado.

Entre janeiro e abril deste ano foram comercializadas 824 unidades de semirreboques, enquanto nos mesmos meses de 2020 foram vendidos 316 produtos. Dentre os implementos mais comercializados, destaque para o semirreboque do modelo plataforma, seguido pelas linhas basculante e tanque.

De acordo com o diretor geral da Randon Implementos, Sandro Trentin, os resultados obtidos em países da América do Sul, como Chile, Peru, Argentina e Paraguai, impulsionam esses indicadores, que são potencializados ainda mais pela forte retomada de outros mercados, especialmente no continente africano. “A capilaridade da nossa rede de vendas e o reforço das nossas estratégias de prospecção são pontos fundamentais que permitiram ampliar o volume de exportações, alcançando um dos melhores resultados dos últimos anos, e possibilitaram suportar os momentos de instabilidade e equalizar os estoques e nossa participação em diferentes mercados”, destaca o executivo.

Divulgação

O continente africano tem ganhado cada vez mais espaço nos resultados de vendas da Randon. Em 2021, o início das exportações ao Senegal e a volta das operações no Quênia, onde a companhia mantém parceria para uma unidade de montagem CKD de componentes de semirreboques exportados desmontados do Brasil são os principais movimentos em curso.

No mercado queniano, a nova parceria abrange a montagem de semirreboques em conjunto com a companhia Jap África, subsidiária do grupo português Jap. Os conjuntos de plataformas e basculantes são enviados do Brasil e montados e comercializados pela parceira local. A expectativa é de crescimento constante da participação nesse mercado nos próximos anos, alcançando países vizinhos, como Tanzânia e Uganda. “Nossa atuação no Quênia é relevante para a companhia e é reconhecida pelos nossos clientes. Todo o leste do continente africano está em franca expansão e buscamos manter o protagonismo nessa região, com parcerias estratégicas consolidadas”, reforça Trentin. Neste mês de junho, ocorre a primeira de uma série de entregas de produtos fruto da nova parceria com a Jap.